Busca:

Etiqueta Arquivos: qualificação da economia brasileira

Agencia eleva expectativa para a nota de qualificação do Brasil


A agência de classificação de risco Standard & Poor’s revisou de ‘estável’ para ‘positiva’ a perspectiva para o rating de crédito soberano de longo prazo em moeda estrangeira do Brasil, reafirmando a nota em ‘BBB-’. A revisão reforça à sua recomendação de investimento no Brasil e sinaliza uma chance de que a nota de crédito soberano do Brasil possa ser elevada.

hedge-funds

A S&P citou, entre outros motivos, sólidas expectativas de crescimento por fatores domésticos e externos para elevar a perspectiva do Brasil. A S&P também considerou que a estrutura econômica diversificada da economia brasileira, a classe média crescente e o potencial para exportações mais altas deveriam sustentar o crescimento do PIB e a liquidez externa nos próximos três a cinco anos.

A agência informou ainda que passos recentes para conter pressões inflacionárias de curto prazo demonstram o compromisso do governo em conter riscos macroeconômicos. A S&P também afirmou que também manteve o rating de crédito soberano de longo prazo em moeda local em BBB+.

Mais

Restrição no crédito afeta a atividade econômica


A atividade econômica do País cresceu 0,5% em maio na comparação com abril. Em relação ao mesmo mês de 2010, a expansão da atividade foi de 3,2% e, nos últimos 12 meses encerrados em maio, houve elevação de 5,1%. É o que aponta a pesquisa mensal realizada pela Serasa Experian.

no-money

Segundo o economista da empresa, Luiz Rabi, ao olhar para os meses deste ano, o Brasil continua crescendo. No entanto, ao compararmos os trimestres, é possível notar que as medidas fiscais e monetárias adotadas pelo atual governo começam a produzir trajetória de desaceleração na economia, em linha com as necessidades de se promover a convergência da inflação à sua meta.

Governo vai manter economia livre de ameaças


A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta segunda-feira que o governo vai defender a economia brasileira de todas as ameças internas e externas para manter a capacidade de crescimento. Dilma esteve presente no lançamento do Pacto pela Erradicação da Miséria, em Arapiraca, Alagoas.

cash

"Não tenham dúvida de que seremos capazes de defender a economia brasileira de todas as ameças internas e externas. Estou me referindo à ameaça da inflação, por exemplo, que corrói a renda do trabalhador e que saberemos responder à altura", disse Dilma.

Mais

Governo anuncia plano para recuperar ‘terreno’ perante China


A presidente Dilma Rousseff disse que nesta sexta-feira que será lançado no dia 2 de agosto um pacote de medidas para melhorar a competitividade da economia no país. Em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto, Dilma afirmou que o Programa de Inovação do Brasil vai tentar ajudar na recuperação da indústria nacional no terreno perdido na disputa com a China.

OS-BRICS

Dilma também declarou que os planos do governo estão sendo mantidos para atingir as metas de superavit primário. Segundo o jornal "Folha de S. Paulo", a presidente afirmou o governo decidiu manter "a economia crescendo de forma consistente", mesmo que em um ritmo menor do que em 2010.

Mais

Brasil sobe 21 posições em ranking global de inovação


O Brasil avançou 21 posições em um ranking de inovação com 125 países elaborado pela Confederação da Indústria da Índia em parceria com o instituto de administração europeu Insead e com a World Intellectual Property Organization (Wipo), agência especializada das Nações Unidas. De 2010 para 2011, o país saltou da 68ª posição para a 47ª.

343732

A Índia aparece na 62ª posição. Entre os Brics, o Brasil perde apenas para a China, 29ª colocada. A informação foi divulgada nesta quarta-feira pelo jornal Folha de S.Paulo. De acordo com o ‘The Global Innovation Index’, o GII 2011, os dez países mais inovadores do mundo são: Suíça, Suécia, Singapura, Hong Kong, Finlândia, Dinamarca, Estados Unidos, Canadá, Holanda e Reino Unido.

Mais

Em Junho Brasil gerou 215 mil empregos


O Brasil gerou em junho 215.393 postos com carteira de trabalho assinada, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Entre janeiro e junho foram gerados 1.414.660 empregos celetistas, terceiro melhor resultado para o período na série de saldos semestrais. Os dados foram apresentados nesta terça-feira (19) pelo Ministro do Trabalho e Emprego Carlos Lupi.

Segunda-Via-Carteira-de-Trabalho

O resultado do mês representa crescimento de 0,58% em relação ao estoque de trabalhadores com carteira assinada e é o segundo melhor na série histórica para o mês, atrás de junho de 2008 (309.442).

“Temos um quadro muito positivo e continuamos com uma expansão muito forte no Brasil. Acredito que o Brasil está tomando as medidas certas para manter a estabilidade econômica, mas temos que continuar atentos.

Mais

O cooperativismo para reduzir taxas de pobreza extrema


O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, destacou hoje (19), ao participar da abertura do 3º Congresso Nacional do Cooperativismo Solidário, em Brasília, a importância do cooperativismo para a produção de alimentos e a erradicação da miséria.

coopera

“São vocês [cooperativistas] que estão construindo o que nós sonhamos para o Brasil. Apesar de todo empenho do governo [do ex-presidente Luiz Inácio] Lula [da Silva] em fazer a inclusão social, são mais de 16 milhões de pessoas abaixo da linha da miséria”, disse o ministro.

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil