Busca:

Etiqueta Arquivos: economia no brasil

Banco Central reduz taxa de juros para 8% ao ano


 

O Comitê de Política Monetária do Banco Central, o Copom, anunciou no dia 11 de julho, a redução de 0,5 ponto percentual na taxa básica de juros, a Selic.

 

Mais

Brasil tem a maior taxa do cartão de crédito


 
Em comparação com seis países da América Latina (Argentina, Chile, Colômbia, Peru, Venezuela e México), e apesar das recentes quedas na Selic, o Brasil tem a maior taxa média de juros nas operações com cartão de crédito! 
 

Mais

0,3% foi a contração da produção industrial no Brasil


A produção industrial brasileira se contraiu 0,3% em julho em relação ao mesmo mês do ano passado após dois meses de crescimento, informou nesta quarta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

dinheiro-como-lucrar-em-tempos-de-crise-br

O resultado de julho confirmou a tendência de desaceleração do setor neste ano após o crescimento de 10,5% em 2010, sua maior expansão em 24 anos. Em comparação com junho, a produção industrial de julho foi 0,5% superior.

Nos sete primeiros meses do ano, a produção das fábricas cresceu 1,4%, resultado inferior aos 15% registrados no mesmo período de 2010, acrescentou o IBGE. Da mesma forma, a produção acumulada no período de 12 meses até julho foi de 2,9%, abaixo dos 8,3% observados entre agosto de 2009 e julho de 2010.

Mais

A indústria do cartão de crédito na contramão da crise


O faturamento dos cartões de crédito, débito, redes e lojas no Brasil registrou alta de 26% no segundo trimestre de 2011, em comparação ao mesmo período do ano passado. No Sul, o aumento foi de 26% para o crédito e 32% para o débito. As informações são de um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs).

cartao de debito

Segundo a Associação, o incentivo à competitividade e a entrada de novos agentes no mercado – provocados pela quebra de exclusividade de bandeiras e credenciadoras – ajudaram a impulsionar o crescimento. O bom momento da economia nacional também teria estimulado o resultado, que somou R$ 159 bilhões.

Mais

Menor gasto do governo equivale a juros mais baixos


O corte dos gastos e aumento do superávit primário que deve ser anunciado nesta segunda-feira pelo governo pode contribuir com a redução da taxa de juros oficial, a Selic, porque pressionaria menos a elevação de preços e os índices de inflação.

20100121-tax-shock-renta

Na avaliação d e especilaistas em finanças públicas, os gasto do governo a exemplo dos gastaso das famílias pressiona a demanda e dificulta um equilíbrio com a oferta de bens e serviços no País. " À medida que se consegue uma política fiscal mais austera, com menos gastos e mais popupança, possibilita em redução na taxa de juros", diz o economista Felipe Salto, especialista em finanças públicas da Tendências Consultoria.

Com o objetivo de tentar antecipar o processo de redução da taxa de juros, atualmente em 12,5%, já para a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que começa amanhã, o ministro da Fazenda Guido Mantega vai se reunir com a presidenta Dilma Rousseff e com ministros do conselho político para apresentar uma proposta de corte de gastos e aumento do superávit primário.

Mais

Elogios sobre o controle de fluxos de capital no Brasil


A regulação brasileira sobre fluxo de capitais externos tem sido vista internacionalmente como bastante positiva, podendo tornar-se um exemplo a ser seguido por países em desenvolvimento, acreditam especialistas internacionais.

INF11

No entanto, a taxa de câmbio apreciada e a elevada taxa de juros são vistos como problemas ainda a serem superados pelo país. O ex-presidente do Banco Central indiano, Y.V. Reddy, disse que o conjunto de medidas tomadas pelo Brasil é apropriado, e que o país "impressiona" com o imposto sobre derivativos, porque garante a legalidade dos contratos.

Mais

Os benefícios das empresas de excelência na economia brasileira


O presidente do Conselho do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Elcio de Lucca, declarou nesta terça-feira (23), na abertura da Missão Nacional do Prêmio MPE Brasil 2011, em São Paulo, que "é preciso reconhecer também que a economia brasileira está se fortalecendo porque o Brasil está se assentando em uma base de empresas que buscam a excelência em gestão e competitividade, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Esses negócios estão ajudando na qualidade dos fundamentos econômicos do Brasil”.

MEG

O encontro tem como objetivo proporcionar a troca de experiências com líderes de organizações brasileiras que adotam o Modelo da Excelência da Gestão (MEG), além de compartilhar boas práticas de gestão, que podem servir como referencial, na busca pela excelência das MPEs. Nove micro e pequenas empresas vencedoras nacionais do MPE Brasil 2010 – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, participam desde ontem de visitas às fábricas da Embraer, Natura e Gerdau Araçariguama, em São Paulo.

Sebrae

O diretor de Administração e Finanças do Sebrae, José Claudio dos Santos, que também participou da abertura, disse que, qualquer setor da economia hoje é um grande portador de futuro, mas que, para crescer, é preciso ter qualidade. “Serão geradas no Brasil mais de 900 oportunidades de negócios nos próximos anos, e não haverá espaço para os aventureiros”.

Segundo ele, na busca da qualidade e da eficiência é que está o papel do Sebrae, porque terão futuro as empresas que estiverem mais preparadas para buscar essas oportunidades. Santos acredita que o caminho da excelência na qualidade das pequenas empresas passa pela multiplicação e doutrinação das boas práticas. "O Sebrae e seus parceiros estão formando um exército de empresários e gestores multiplicadores em todo o país, para levar este modelo bem sucedido aos seis milhões de micro e pequenas empresas que existem atualmente”, complementou.

Para o presidente do Conselho de Administração do Grupo Gerdau e conselheiro do governo federal, Jorge Gerdau, a grande mudança que ocorrerá no país terá de ser feita pela classe empresarial, “que sabe sonhar, cumprir promessas e realizar as ações necessárias”.

Participaram também o presidente do Conselho da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), Mauro Figueiredo, e o superintendente geral da FNQ, Jairo Martins.

MPE Brasil

O Prêmio MPE Brasil – Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas é uma iniciativa conjunta do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Sebrae, Gerdau e Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). A iniciativa reconhece o desempenho da gestão de micro e pequenas empresas que se destacaram na etapa estadual do Prêmio, realizada em todos os estados brasileiros. As candidatas são avaliadas pela excelência da gestão e a capacidade empreendedora do seu gestor, por meio da utilização do questionário de auto avaliação, com base nos oito critérios de excelência que compõem o Modelo de Excelência da Gestão (MEG).

As inscrições para o Premio MPE Brasil 2011 vão até o próximo dia 31 de agosto.

Imagem: http://www.fnq.org.br

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil