Busca:

Setores de saneamento, petrolífero e sucroenergético deverão ser foco para Edra do Brasil


A crise econômica na Europa e a estagnação nos Estados Unidos e Japão poderão afetar o crescimento econômico dos países em desenvolvimento, gerando expectativas menos otimistas para o crescimento da economia brasileira. De acordo com projeções, a expansão do PIB deve ficar em 3,3%, enquanto a inflação deve ficar na casa de 5,5%. “Com esse cenário certamente teremos dificuldades no crescimento de nossa economia”, afirma Luiz Pena, diretor da Edra do Brasil.

Economia7

Entretanto, o diretor da Edra lembra que as obras de infraestrutura para os eventos esportivos de 2014 e 2016 podem contribuir para a melhoria no desenvolvimento econômico no Brasil. Para ele, o setor sucroenergético continuará tendo destaque na economia brasileira. “As usinas não estão apenas produzindo açúcar e álcool, mas também estão investindo na produção e comercialização de energia, além de aumentarem seus investimentos em obras de preservação ambiental, devido à pressão dos órgãos ambientais, que forçarão as empresa a investirem em projetos de fertirrigação”, diz.

Em 2011, este setor representou cerca de 60% do faturamento da empresa, sendo o principal segmento atendido pela empresa. , “Os projetos de fertiirrigação, com implantação Turn-Key – Edra, em parceria com as empresas Metro e Pena&Pena, impulsionaram as nossas vendas em 2011. Além disso, nos últimos anos as usinas investiram pesado e modernizaram com novas tecnologias as áreas industriais, portanto, a partir de 2012, o investimento terá ser feito na área agrícola, para suprir com matéria prima de qualidade, a capacidade instalada nas suas industrias”, afirma José Carlos Barbosa, gerente comercial da Edra do Brasil.

Quanto ao segmento de saneamento Básico, Pena afirma que o setor esteve bem parado em 2011, sobrevivendo de obras isoladas em alguns estados brasileiros. Entrentanto, para 2012, a tendência é que este mercado comece a ter um aquecimento, mesmo que modesto. Por isso, planejamos no setor com o lançamento de um novo produto: os tubos de grande diâmetro, que será produzido em nossa nova fábrica”, diz José Carlos Barbosa, gerente comercial da Edra do Brasil.

O setor de petróleo também se destacou em 2011 com uma participação em torno de 10% do faturamento. E para 2012, a Edra projeta um crescimento com a realização de grandes projetos em plataforma de petróleo. “Estamos investindo em pesquisas e certificações para atender o mercado de OIL&GAS ( Petrobras ), e a partir de 2012, esperamos colher muitos frutos nesse segmento. Já estamos participando com o fornecimento de materiais e serviços para plataformas de petróleo, principalmente na bacia de Campos, e nossa expectativa é que a partir deste ano, tenhamos uma participação efetiva nesse mercado, gerando uma receita em torno de 20% do nosso faturamento anual”, comenta Pena.

Com todos estes investimentos a Edra projeta um faturamento de 100 milhões de reais, o que representa um aumento de 10%, em relação ao ano de 2011. Nos próximos anos, portanto, a Edra tem como objetivos principais, a solidificação nesses mercados e expandir sua participação nos mercados tradicionais.

A Edra é uma empresa pioneira fabricante de tubos e conexões, reservatórios, tanques de transporte rodoviário, estações de tratamento e peças especiais, presente no mercado há 37 anos. É líder no fornecimento desses produtos para o setor sucroalcooleiro, além de possuir forte participação nos mercados de saneamento e nas indústrias químicas, petroquímicas, farmacêuticas,de papel e celulose, irrigação, alimentação e bebidas.

Localizada em Ipeúna, interior do estado de São Paulo, destaca-se como uma empresa pioneira na fabricação de produtos em fibra de vidro, possui um parque industrial com alta capacidade produtiva, inovando sempre com a mais alta tecnologia.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil