Busca:

Otimismo da economia brasileira caiu


O otimismo dos empresários brasileiros com relação ao desempenho da economía do País caiu 24 pontos percentuais no 2º trimestre 2011 para o menor nível nos últimos quatro anos (40%), de acordo com o International Business Report 2011 (IBR) da Grant Thornton.

costo-capital

O otimismo caiu mundialmente três pontos para 31%. Os recentes desastres naturais, as crises políticas no Oriente Médio e a volatilidade econômica na Europa e nos Estados Unidos voltaram a gerar um clima de incerteza mundial, afetando também o sentimento sobre a evolução da economia do País. O Brasil passou da 15ª colocação mundial no 1º trimestre para a 27ª.

Os efeitos negativos foram sentidos em toda a América Latina, onde o otimismo caiu 15 pontos, em relação ao último trimestre, para 56%. Economias chave na região como Argentina e Chile viram o otimismo cair 30% e 10%, respectivamente, no segundo trimestre.

"A inflação pode atingir 6% no Brasil. Há grandes pressões inflacionárias e esse efeito traz consigo um retrocesso nas expectativas de crescimento econômico. A pesquisa mostra que mais da metade dos empresários (54%) acredita em uma elevação de preços", comenta Jobelino Locateli, CEO da Grant Thornton Brasil.

Mesmo com a queda substancial no otimismo entre empresários brasileiros, o nível de otimismo ainda está acima da média global de 31%. Países como Canadá (80%), Dinamarca (62%), Finlândia (56%), França (49%), Irlanda (22%) e México (80%) estão entre os países onde o otimismo cresceu.

O maior aumento de empresários otimistas em termos percentuais foi na Irlanda (+35 pontos) e França (+30 pontos). O país mais otimista é a Índia (88%) e o mais pessimista continua sendo o Japão (-62%) seguido pela Grécia (-44%).

A Zona do Euro registrou um leve crescimento de 3% do otimismo no 2º trimestre, bem menor que o aumento de 10% apresentado no primeiro trimestre.

O mesmo ocorreu com os países do G7, que tiveram o índice de otimismo estável (27%), enquanto no primeiro trimestre tinham registrado um aumento de 16% de empresários otimistas.

"É preciso muita atenção nesse momento para identifcar se essa redução no otimismo é apenas um reflexo momentâneo do cenário atual ou o início de uma tendência", avalia Locateli.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil