Busca:

Estrangeiros e brasileiros residentes no exterior apostam na Economia do Brasil


O Brasil voltou a ser um país de imigração. Ao menos é o que indicam os números: a quantidade de estrangeiros que vive em situação regular no país saltou de 961.867 em dezembro de 2010 para 1,47 milhão em junho de 2011 – um aumento de 50% em seis meses.

bras fora

“O crescimento econômico do Brasil, os investimentos feitos aqui, a visibilidade que estamos ganhando no exterior, assim como a crise nos outros países são, para nós, os motivos que estão trazendo mais estrangeiros para cá”, disse à Deutsche Welle Paulo Abrão, secretário nacional de Justiça.

Os primeiros da lista são os portugueses, seguidos pelos bolivianos, chineses e paraguaios. “A maior presença chinesa no Brasil é proporcional ao estreitamento das relações comerciais com aquele país asiático. À medida que os parceiros fecham mais acordos, a indústria da China manda mais representantes e funcionários para atuarem aqui”, justifica Abrão.

Esse novo panorama também foi sentido por Leandro Pereira da Silva, da Visto Brasil. Especializada em oferecer assistência jurídica a companhias nacionais e internacionais, a empresa com base em São Paulo vê o boom econômico como impulso. “O aumento de projetos de infraestrutura no Brasil trouxe mais mão de obra estrangeira especializada”, avalia.

O advogado diz que a defasagem interna de profissionais em áreas técnicas, de engenharia e de arquitetura faz a indústria nacional recorrer a outros países. “E, claro, a crise na Europa está chamando profissionais de nível técnico para o cá”, diz Silva, que tem entre seus parceiros empresas como Votorantim, Hyundai, Camargo Correia e Queiroz Galvão.

A maioria dos portugueses que desembarcaram recentemente atuam em áreas da construção, como engenharia civil. “Muitas imobiliárias portuguesas estão vindo para cá devido a essa movimentação toda no mercado brasileiro. Vemos também técnicos da China que vêm ensinar os brasileiros a operar determinada máquina comprada por uma indústria nacional, por exemplo”, relata Silva.

Sobre o ingresso de estrangeiros no mercado de trabalho, Silva afirma que as leis nacionais são como as de todos os outros países: protegem as vagas para brasileiros. “Essa ideia pré-concebida de que ‘no Brasil tudo pode’ não funciona nessa área. Para atuar de forma regular no país, são exigidos documentos e uma série de comprovações”, acrescenta.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil