Busca:

Economia brasileira deve ganhar força a partir do segundo trimestre


A economia brasileira deve crescer 3,7% neste ano, afirmou nesta quinta-feira (29) o economista-chefe do Bradesco, Octavio de Barros. A expectativa é um pouco superior à media do mercado, já que o último Relatório Focus revelou projeção de 3,2%.

Economia6Em encontro com executivos do varejo e membros do conselho de desenvolvimento estratégico da Alshop, Octavio afirmou que o fundo do poço da crise será o primeiro trimestre deste ano, quando a expectativa é que o crescimento anualizado seja de 0,6%.

Esse número, no entanto, já é fruto de uma revisão, tendo em vista que a estimativa anterior era de cerca de 1%. Uma nova leitura foi necessária após constatar altos níveis de estoques nas indústrias, afirmou.

A partir de então, a economia voltará a acelerar o ritmo de crescimento, alcançando o seu pico no terceiro trimestre, em reação aos juros baixos – a expectativa é que a taxa Selic caia para 9,00% ao ano na próxima reunião, marcada para abril -, que devem elevar o nível de consumo.

“PIB do povo”

Entretanto, Octavio de Barros chama a atenção para outro dado que considera importante, o consumo das famílias. “É isso que o investidor estrangeiro olha, mostra a força da demanda doméstica”, afirmou.

Nesse sentido, apenas no primeiro trimestre, quando o PIB deve crescer 0,6%, o consumo das famílias, que o economista intitula de “PIB do povo”, pode avançar entre 7% e 8%, também em base anualizada.

Post Relacionados

1 Comentário

RSS de comentários. TrackBack URI

  1. […] produção da indústria brasileira cresceu em novembro 0,3% na comparação com outubro, após três meses consecutivos de retração, […]

    Pingback por Indústria brasileira cresceu em novembro após 3 meses de retração, diz IBGE — 6 de junho de 2012 #

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil