Busca:

Cresce a produção industrial no Brasil


O crescimento do país estaria chegando ao nível que estava antes da crise econômica. Um 18,4% cresceu a economia brasileira em fevereiro em comparação com o mesmo mês do ano passado e seu nível de atividade chegou perto ao numero que tinha antes do agravamento da crise mundial, informou hoje o governo, o que augura um bom rendimento para a região em geral.

Potenciada pelo bom rendimento do setor automotor, que cresceu 17,2% no primeiro bimestre do ano perante os dois primeiros meses de 2009, ajudou a que a economia brasileira fosse um 1,5% superior ao numero de janeiro deste ano.

 

A pesar dos bons resultados, a produção acumulada entre março 2009 e fevereiro 2010 ainda é um 2,6% inferior a aquela registrada nos doze meses imediatamente anteriores e só se parece a aquela registrada em maio de 2009, ainda que ligeiramente por debaixo dos níveis alcançados em setembro do mesmo ano, quando alcançou uma atividade recorde.

Por outra parte o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil caiu 0,2% em 2009, mas cresceu 2% no ultimo trimestre desse ano, o que indica uma “recuperação” que vai continuar em 2010, quando se espera um aumento de mais de 5% segundo projeções formuladas hoje pelo governo e o âmbito privado.

O insituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), estatal, informou que o PIB retrocedeu 0,2% em 2009, quando se registrou o pior resultado desde 1992, quando a queda foi de 0,5%.

O PIB, ou mesmo, a soma de bens e serviços gerados no país, foi em 2009 de 3,14 bilhões de reais, 1,63 bilhões de dólares, segundo o IBGE.

O setor mais abatido pela recessão foi a indústria em geral, com 5,5% de baixa, entanto a industria da transformação sofreu um retrocesso de 7% e a da construção recuou 6,3%.

Em tanto a produção da agricultura se reduz 5,2% e o setor serviços, o único que apresentou números positivos, que cresceu 2%.

Brasil sentiu o impacto da crise no frente externo, aonde houve uma diminuição de 10% das exportações e de 11% das importações.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil