Busca:

Categoria Arquivos: Glossário Econômico Básico

Brasil pode cortar superavit primario


Corte de juros em agosto feita pelo BC já previa piora da crise externa


A piora do cenário econômico externo havia sido prevista pelos membros do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), na reunião mais recente, em agosto. Alexandre Tombini, presidente da instituição, disse nesta terça-feira (27), no Senado, que enxerga menos pressão sobre a inflação nos próximos meses, em função da instabilidade internacional, o que abre mais espaço para cortes de juros.size_590_bovespa-germano-luders

Na ocasião reunião do Copom de agosto, houve corte de 0,5 ponto percentual na taxa básica, a Selic, para 12% ao ano, em decisão que surpreendeu investidores do mercado financeiro e analistas ligados a bancos e à mídia. "O cenário internacional se tornou mais complexo no período recente, algo que nós já havíamos alertado (na ata do Copom)", afirmou.

Tombini disse não ter "bola de cristal", mas considera que a interlocução permanente com autoridades monetárias de outros países permite uma visão privilegiada do cenário. Ao colocar a análise autônoma do BC sobre o cenário econômico brasileiro, ele reforça a ideia de que a condução da instituição mudou.

Mais

Glossário Econômico Básico – Letra U – V – W


Ufir (Unidade Fiscal de Referência) – É um índice usado para atualização monetária de tributos e multas.

emprestimo15

União Européia (UE) – Bloco econômico formado por 15 países europeus. Em sua área de abrangência não existe apenas uma união aduaneira. Os cidadãos desses países têm direito de livre acesso a qualquer país, sem restrições. Existe, inclusive, a moeda única (o euro). Apesar de não ser usado ainda como forma de pagamento, serve de referência para operações do mercado financeiro e contratos comerciais. Fazem parte do bloco os seguintes países: Alemanha, Bélgica, França, Holanda, Itália, Luxemburgo, Dinamarca, Irlanda, Reino Unido, Espanha, Grécia, Portugal, Áustria, Finlândia e Suécia.

Mais

Glossário Econômico Básico – Letra T


Taxa de Juros Real – Taxa obtida subtraindo-se o índice de inflação de determinado período da taxa de juros nominal. Ela reflete a correção monetária necessária para compensar a desvalorização da moeda. Um exemplo: se a taxa de inflação é de 9% ao ano e no mesmo período os juros nominais são de 8%, então o resultado é uma taxa de juros real negativa. Isso significa que esta taxa não é suficiente para compensar a desvalorização da moeda.

emprestimo1

Teorias econômicas – A ciência econômica visa entender como as sociedades utilizam seus recursos materiais e humanos para produzir e distribuir bens e serviços que atendam às necessidades dos indivíduos. As principais teorias econômicas são mercantilismo, fisiocracia, economia clássica, marxismo, economia neoclássica e escola keynesiana.

Títulos Públicos (ou títulos da dívida pública) – Emitidos pelo Banco Central e pelo Tesouro Nacional, são papéis vendidos no mercado para captar recursos financeiros e financiar a dívida pública federal, estadual e municipal. Em troca, pagam taxas de remuneração.

Mais

Glossário Econômico Básico – Letra S


S&P500 – Índice calculado pela consultoria americana Standard&Poor´s que reflete o desempenho de 500 maiores empresas industriais norte-americanas.

IMP5

Securitização – Operação que, na prática, significa trocar uma dívida por outra. Muito usada por países com dívidas externas, consiste na emissão de títulos em valor correspondente ao da dívida que está para vencer. Esses papéis são lançados no mercado e quem os compra terá a garantia de receber em longo ou médio prazo seu dinheiro de volta corrigido com uma taxa de juros vantajosa. O dinheiro obtido com esta operação é então usado para quitar a dívida que bate à porta.

Seguridade Social – Conjunto de políticas governamentais de auxílio ou proteção a desempregados, aposentados, inválidos ou pessoas impossibilitadas de gerar renda. Divide-se em dois setores: a previdência e a assistência social. A primeira é voltada para o pagamento de benefícios aos trabalhadores que se aposentam depois de décadas de contribuição. Assiste também os pensionistas, aqueles que, por motivos especiais, recebem ajuda mensal, mesmo sem ter contribuído.

Mais

Glossário Econômico Básico – Letra R


Rating – Avaliação que expressa principalmente o risco oferecido por fundos de investimento, empresas ou países. Ele é expresso em uma espécie de nota calculada por diversas agências especializadas. O rating serve de referência aos investidores na hora de decidir onde aplicar seus recursos.

foto_productos

Recessão – É uma fase em que a atividade econômica se encontra em contração. Os principais indicadores de que um país está em recessão são queda da produção, aumento do desemprego, diminuição das taxas de lucro e crescimento do número de falências e concordatas.

Renda fixa – São títulos cujo rendimento está previamente definido. Esse rendimento pode ser pré-fixado ou pós-fixado. Entre os investimentos de renda fixa estão os Certificados de Depósito Bancário (CDBs), cadernetas de poupança e a maioria dos títulos públicos.

Mais

Glossário Econômico Básico – Letra P


Paraísos fiscais – Pequenos países onde os impostos são muito baixos ou inexistentes, o que atrai multinacionais. Para fugir da alta tributação em seu país de origem, elas acabam instalando suas filiais nesses paraísos. Outro atrativo é a garantia absoluta de sigilo bancário. É por isso que muitas pessoas depositam ali o dinheiro obtido em operações ilegais. São paraísos fiscais: Bahamas, Libéria, Ilhas Cayman, Luxemburgo e Suíça.

Fusiones_Bolsas

Passivos – Conjunto das dívidas e obrigações de uma empresa. É o oposto do ativo.

Patrimônio – Conjunto dos bens de uma pessoa ou empresa administrados de forma a dar lucro ou gerar renda. No caso de uma empresa, o patrimônio é a diferença entre o que a companhia tem (ativo) e suas dívidas (passivo). Se o resultado é positivo, obtém-se o patrimônio líquido. Se for negativo, o passivo líquido.

Penhor – Entrega de bens móveis (jóias, por exemplo) a um credor como garantia de pagamento da dívida. Em casos de o devedor não quitar seus débitos na data prevista, o credor toma posse do bem penhorado. É diferente de penhora.

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil