Busca:

Categoria Arquivos: Crise economia

Brasil pode cortar superavit primario


Economia brasileira cresce abaixo do potencial, diz BC


O Banco Central (BC) informou nesta quinta-feira (29) que a economia brasileira tem crescido abaixo de seu potencial e que estima um “ritmo moderado da atividade econômica doméstica no curto prazo, com tendência de aceleração ao longo deste ano.” Além disso, o BC avalia que as importações estão contribuindo para a contenção dos preços no mercado interno.

Economia15“As compras de produtos externos reduz a demanda nos mercados de insumos domésticos e, dessa forma, contribui para arrefecimento de pressões de custos e eventuais repasses para os preços ao consumidor”, informou o documento.

No Relatório de Inflação, a autoridade monetária voltou a frisar que a taxa Selic vai cair para patamares “ligeiramente acima” de 8,75% ano ano e se estabilizar. O BC, de acordo com o documento, prevê crescimento de 3,5% neste ano.

Mais

Finanças do Brasil


Depois de gastar a maior parte de seu capital político combatendo a corrupção, Dilma Rousseff teve de escolher suas batalhas. Sete senadores de sua coalizão indignada já se demitiram, e outros avisam que poderão fazer o mesmo. Rousseff colocou a maioria de seus planos legislativos em espera até que as relações melhorem.

Economia9Mas ela está treinando seu poder de fogo restante no que talvez seja o maior problema de política pública do Brasil: um sistema de aposentadoria voraz, que ameaça estourar o orçamento e danificar a economia.

Em 29 de fevereiro, a Câmara dos Deputados aprovou uma reforma da aposentadoria dos funcionários públicos. Ela limitaria os planos de benefícios dos futuros empregados do governo federal em 3.916 reais, o mesmo nível que os trabalhadores do setor privado. E quem quisesse mais teria de contribuir com um fundo separado. Isso tornaria o sistema menos injusto e, em longo prazo, um pouco mais barato.

Mais

Redução do Crescimento da Economia no Brasil


O ministro da Finanças Brasil está diminuindo a previsão para o crescimento econômico do país sul-americano este ano, e ele culpa a crise financeira global.

O ministro das Finanças Guido Mantega diz que produto interno bruto do Brasil é agora esperado um aumento de 4 por cento durante 2012, contra uma previsão anterior de 4,5 por cento de crescimento.

A mais recente pesquisa do Banco Central do Brasil semanal de economistas do setor privado está prevendo um crescimento ainda menor este ano, colocando-o em 3,1 por cento.

Mantega diz que as perspectivas do Brasil foram prejudicados pela crise, especialmente da dívida da Grécia e as medidas de austeridade introduzidas no resto da Europa.

Brasil é visto entre os maiores destinos de investimento


O Brasil será neste ano um dos três maiores receptores de investimentos estrangeiros no mundo, indicou nesta terça-feira um estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), uma fundação pública federal vinculada à Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

Economia6Na sexta edição, a pesquisa Monitor da Percepção Internacional do Brasil foi feita com representantes das embaixadas, de empresas do mercado financeiro e membros de câmaras binacionais.

Conforme o Ipea, 38% dos entrevistados considera que o Brasil estará entre os três maiores receptores de capital estrangeiro.

Mais

Brasil estuda retaliar EUA por suco de laranja


O Brasil considera fazer um pedido de retaliação à administração de Barack Obama e poderá levar o governo dos Estados Unidos mais uma vez aos tribunais da Organização Mundial do Comércio (OMC) por causa das barreiras ao suco de laranja nacional.

Economia11Em 2011, a OMC condenou uma barreira contra o suco de laranja brasileiro e ordenou que a Casa Branca retirasse a medida ilegal. O Brasil havia se queixado de que Washington, ao calcular medidas antidumping, usava uma metodologia que permitia que a sobretaxa acabasse sendo bem mais elevada, fechando na prática o mercado local aos produtos estrangeiros.

O governo dos Estados Unidos tinha até 17 de março para cumprir as ordens da OMC e ontem em Genebra diplomatas americanos apresentaram o que têm feito desde a condenação, o que inclui uma mudança na aplicação de casos de antidumping.

Mais

Classe C é 54% da população brasileira em 2011, mostra pesquisa


No ano passado, 2,7 milhões de brasileiros mudaram o perfil de renda, deixando as classes D e E para fazer parte da classe C. Além disso, 230 mil pessoas saíram da classe C e entraram para as classes mais ricas (A e B).

Economia5A maior da parte da população (54%) fazia parte da classe C em 2011, uma mudança em relação ao verificado em 2005, quando a maioria (51%) estava na classe D/E. Um total de 22% dos brasileiros está no perfil da classe A/B, o que também representa um aumento em comparação ao constatado em 2005, quando a taxa era 15%.

É o que mostra a sétima edição da pesquisa Observador Brasil 2012, feita pela empresa Cetelem BGN, do Grupo BNP Paribas, em parceria com o instituto Ipsos Publics Affairs.

Mais

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil