Busca:

Brasil – O maior PIB em 14 anos


A economia brasileira teve crescimento de 1,2% no segundo trimestre de 2010 (de abril a junho) em relação ao trimestre anterior, informou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

clip_image002

O resultado ficou um pouco acima do esperado pela média do mercado, mas ainda representa desaceleração se comparado ao crescimento de 2,7% observado nos primeiros três meses deste ano.

O crescimento ficou acima das expectativas do mercado e do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que, no início da semana, disse que estimava que o Brasil tivesse crescido entre 0,5% e 1% no segundo trimestre.

Na comparação com o segundo trimestre de 2009, o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma das riquezas produzidas no país, cresceu 8,8%.

O 2º trimestre foi marcado pela retirada dos estímulos fiscais que haviam sido adotados pelo governo para estimular a economia no pós-crise.

Para o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, os dados do PIB confirmam o diagnóstico da autoridade monetária de que a economia brasileira se "desloca para uma trajetória mais condizente com o equilíbrio de longo prazo".

“Se o ano tivesse terminado agora, o PIB teria crescido 5,1%”, disse Rebeca Palis, gerente da Coordenação de Contas Nacionais do IBGE.

No semestre, de janeiro a junho, o PIB cresceu 8,9% em relação ao mesmo período de 2009. De acordo com o IBGE, esse foi o melhor desempenho histórico para um semestre desde o início da série, em 1996.

Em valores correntes, o PIB somou R$ 900,7 bilhões. A taxa de investimento no segundo trimestre foi de 17,9% do PIB, resultado superior à taxa verificada no mesmo período de 2009 (15,8%). A taxa de poupança, que ficou em 18,1%, também superou a de 2009 (16%).

No último boletim Focus, divulgado no início desta semana, o mercado financeiro havia reduzido sua previsão para o crescimento do PIB deste ano para 7,09%. Para 2011, a previsão de crescimento econômico do mercado financeiro permaneceu em 4,5%.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil