Busca:

Brasil melhora, mas ainda é país com pouca liberdade econômica


O Brasil é considerado um país com pouca liberdade econômica. Uma pesquisa da Heritage Foundation, uma consultoria americana que avalia a reputação dos países, em parceira com o Wall Street Journal aponta que a economia brasileira melhorou em relação ao ano passado, mas ainda aparece na categoria “majoritariamente restrito”. O estudo foi divulgado nesta quinta-feira (12).

Economia13

A classificação, que está na 18ª edição, leva em conta dez fatores: direito de propriedade, corrupção, gastos públicos, liberdade fiscal, ambiente para negócios, liberdade de trabalho, condições monetárias, ambiente do comércio, investimentos e liberdade financeira.

Em 2012, o Brasil conseguiu mais 1,6 ponto em relação a 2011, subiu para a 57,9 pontos e ficou na 99ª colocação de um ranking com 179 países. Considerando apenas as Américas do Sul e Central e a região do Caribe, o país aparece na 20ª colocação de uma lista de 29 nações.

 

A média mundial foi de 59,5 pontos e, portanto, o país ficou abaixo da nota de corte e aparece atrás de nações africanas do terceiro mundo, como Uganda, Gana, Cabo Verde e Burkina Faso, e países da América do Sul e Central, como Peru, Colômbia, Panamá e Costa Rica.

Por outro lado, o Brasil aparece na frente da maior parte dos países que integram o grupo dos Brics – Rússia, Índia, China e África do Sul – e da Argentina. Entre os Brics, do qual também faz parte, o país só perde para os sul-africanos, que ficaram na 70ª colocação do ranking.

O líder do ranking é Hong Kong, que ganhou 0,2 pontos em relação ao ano passado e atingiu a marca de 89,9 pontos. Na segunda colocação ficou Cingapura, seguida da Austrália, Nova Zelândia e Suíça. Os Estados Unidos aparecem na 10ª colocação.

Situação brasileira

O Brasil melhorou em indicadores como gastos públicos, liberdade fiscal, ambiente financeiro e liberdade trabalhista e manteve a mesma pontuação nos itens direitos de propriedade, corrupção e liberdade para investimentos.

Por outro lado, piorou em quesitos como liberdade para os negócios, ambiente monetário e liberdade comercial.

“As pontuações de itens como corrupção e direitos de propriedade estão relativamente baixas, e o sistema judicial está sujeito à influência política”, segundo o relatório.

Veja ranking dos dez primeiros e colocação de outros países na economia mundial

Livres

1º Hong Kong

2º Cingapura

3º Austrália

4º Nova Zelândia

5º Suíça

Majoritariamente livres

6º Canadá

7º Chile

8º Mauritânia

9º Irlanda

10º Estados Unidos

Moderadamente livres

29º Uruguai

36º Espanha

40ª Noruega

42º Peru

44º Costa Rica

45º Colômbia

54º México

70º África do Sul

78º Uganda

84º Gana

Majoritariamente restrito

99º Brasil

123º Índia

138º China

144º Rússia

Reprimidos

158º Argentina

174º Venezuela

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil