Busca:

Brasil e dez países reduzirão taxa de importação entre si


Na quarta-feira (15), em Foz do Iguaçu, o Brasil e dez países reduzirão taxa de importação entre si. Trata-se da firma do protocolo da Rodada São Paulo do Sistema Global de Preferências Comerciais entre Países em Desenvolvimento (SGPC).

A nova norma estabelece a redução em 20% das alíquotas de importação de 70% dos produtos negociados dentro do grupo composto pelos países do Mercosul – Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai -, e outros como a Índia, Indonésia, Malásia, Coreia do Sul, Egito, Marrocos e Cuba.

A medida e uma tentativa de abrir mercados e ampliar o comércio entre nações em desenvolvimento. Para o diretor do Departamento Econômico do Itamaraty, Carlos Márcio Cozendey, o acordo chega para abrir novas oportunidades de comércio para os produtos brasileiros em destinos até então inacessíveis.

Confiou que o porcentual de 30% de exceção para cada país é ainda suficiente para proteger os setores mais sensíveis dessas economias. No caso do Mercosul a lista de preferências oferecidas ressalva boa parte das indústrias têxtil, calçadista, automobilística e de bens de capital.

“O objetivo não é tanto ampliar o volume naquelas mercadorias que você já exporta, mas é uma ajuda no esforço de diversificar as exportações. Significa uma pequena preferência em relação à China, por exemplo, que te dá vantagem na hora de colocar seus produtos nesses mercados”, disse Cozendey.

Segundo ele, a mudança e importante assim como um avanço para um verdadeiro acordo de importância comercial. O grupo originalmente estava integrado por 43 países, o que só mantinha preferências para apenas 651 produtos. Com o novo acordo obtido da Rodada São Paulo será estendido para 47 mil mercadorias.

Além dos 11 países que participaram das negociações para Cozendey, Irã e Argélia deverão ser os próximos países a se integrar. As novas tarifas entram em vigor após a ratificação do acordo por pelo menos quatro países e devem valer pelas próximas duas décadas.

Post Relacionados

Sem comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil