Busca:

Brasil deve se tornar a 6ª maior Economia do mundo


O Reino Unido já não é a 6ª maior potência econômica do mundo, tendo sido ultrapassado pelo Brasil, que passou a ter este ano o sexto maior produto interno bruto (PIB) medido em dólares à taxa de câmbio corrente.

Brasil Sexta Economia Mundial

A informação é da empresa de consultoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU), confirmando assim, e antecipando, as previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) para 2011.

Tanto o FMI como a EIU e o Business Monitor International (BMI) haviam previsto que o Brasil ultrapassaria até ao final do ano o Reino Unido, passando a ocupar o lugar de sexta maior economia mundial.

De acordo com as projeções da EIU, o Brasil perderá a 6ª posição para a Índia em 2013 mas voltará a recuperar o lugar no ranking em 2014, ano do Mundial de Futebol, ao ultrapassar a França. PIB cresce acima dos países ricos.

 

A diferença do PIB estimado para o Brasil até ao final do ano – 2,44 mil milhões de dólares (mesmo considerada a redução da projeção de crescimento de 3,5% para 3%) e o PIB do Reino Unido (2,41 mil milhões, com crescimento de 0,7%) é de 1,2%, diferença que poderá facilmente triplicar.

Segundo o jornal “Folha de São Paulo”, a subida do Brasil no ranking das maiores economias do mundo deve-se à crise dos países desenvolvidos. De acordo com a agência Terra, a tendência de ascensão dos países emergentes era esperada por especialistas há anos, mas acentuou-se devido à crise global.

A EIU refere que o Brasil continuará a subir no ranking das grandes potências, de modo a que até ao fim da década – de acordo com as projeções – o PIB brasileiro será maior do que o de todos os países europeus.

Segundo o “The Word Economy”, de Angus Maddison, em 1820 o PIB britânico, sem as colônias, era 12,4 vezes maior do que o do Brasil; em 1870 era 14,3 vezes superior; e em 1913, 11,7 vezes mais elevado.

Em 2009, o PIB do Brasil ultrapassou os do Canadá e Espanha, passando a ser o oitavo do mundo, e em 2010 ultrapassou o de Itália.

De acordo com a “Folha”, o crescimento do PIB que coloca o Brasil em posição favorável em relação às maiores economias mundiais é influenciado também pelo aquecimento da economia em 2010, pautada por uma política monetária de estímulo ao consumo – com uma série de subsídios e isenções de impostos iniciada na pós-crise.

“Enquanto a maioria das economias desenvolvidas ainda gatinhava na recuperação, o Brasil registou no ano passado o maior crescimento desde 1986, chegando a 7,5%. Em 2009, no entanto, a variação da economia brasileira foi negativa.”

O jornal ressalta, ainda, que houve uma desaceleração na relação trimestral este ano, influenciada pela contenção do crédito, da valorização do câmbio, de juros mais elevados e do conseqüente arrefecimento da indústria provocado por estes fatores.

Post Relacionados

3 Comentários

RSS de comentários. TrackBack URI

  1. […] relegado para o sétimo lugar no campeonato mundial de maiores economias em 2011, de acordo com a equipe de […]

    Pingback por Brasil como sexta maior economia do mundo, ultrapassa o Reino Unido — 6 de junho de 2012 #

  2. […] momento em que o Brasil consolida um novo papel político e obtém o posto de sexta maior economia do mundo, superando o Reino Unido, o alcance internacional da presença brasileira entra em pauta no […]

    Pingback por Superando o Reino unido em matéria econômica Itamaraty quer criar novos cargos — 6 de junho de 2012 #

  3. […] oito anos e uma crise econômica mundial, Guido Mantega explica por que o mundo passou a olhar com outros olhos para o Brasil: […]

    Pingback por Economia vive melhor momento dos últimos 25 anos — 4 de novembro de 2012 #

Deixe um comentário

XHTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Condiciones de uso de los contenidos | Responsabilidad

| Canal Brasil